BIO

Felícia Fleck é contadora de histórias, bibliotecária e doutora em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Santa Catarina. Pesquisa sobre a identidade e a profissionalização do contador de histórias contemporâneo e sua atuação no campo da educação e da cultura.

Atua profissionalmente com contação de histórias, tendo um vasto repertório que inclui contos populares, histórias autorais, cantigas e brincadeiras, distribuídos em diferentes espetáculos e sessões de contos para as mais diversas ocasiões.

Compartilha sua experiência e incentiva o despertar de novos contadores em oficinas, cursos e palestras para crianças, jovens e adultos. 

 

ESPETÁCULOS

contos, cantos e brincadeiras
contos, cantos e brincadeiras

press to zoom
contos, cantos e brincadeiras
contos, cantos e brincadeiras

press to zoom
contos, cantos e brincadeiras
contos, cantos e brincadeiras

press to zoom
contos, cantos e brincadeiras
contos, cantos e brincadeiras

press to zoom
1/9

CONTOS, CANTOS E BRINCADEIRAS
 

Contação de Histórias, contos populares e autorais e cantigas da tradição oral voltadas para os pequenos ouvintes.

Para crianças a partir de 2 anos.

aprox. 35 minutos

03_100905_bau_sesc_pousada_rural_10_edited
03_100905_bau_sesc_pousada_rural_10_edited

press to zoom
balaio de histórias
balaio de histórias

press to zoom
balaio de histórias
balaio de histórias

press to zoom
03_100905_bau_sesc_pousada_rural_10_edited
03_100905_bau_sesc_pousada_rural_10_edited

press to zoom
1/13

BALAIO DE HISTÓRIAS


“Balaio meu bem, balaio sinhá, balaio do coração…”

Um balaio rechado de histórias de reis, principes e princesas.


Para crianças a partir de 6 anos.


aprox. 45 minutos

histórias para brincar
histórias para brincar

press to zoom
histórias para brincar
histórias para brincar

press to zoom
histórias para brincar
histórias para brincar

press to zoom
histórias para brincar
histórias para brincar

press to zoom
1/4

HISTÓRIAS PARA BRINCAR
 

Neste espetáculo as histórias convidam a brincar com a imaginação.

As cantigas folclóricas e brincadeiras trazem mais cor e alegria aos contos populares.

Para crianças a partir de 5 anos.

aprox. 40 minutos

 

Ao pé da figueira
Ao pé da figueira

press to zoom
Ao pé da figueira
Ao pé da figueira

press to zoom
Ao pé da figueira
Ao pé da figueira

press to zoom
Ao pé da figueira
Ao pé da figueira

press to zoom
1/3

AO PÉ DA FIGUEIRA:
roda de histórias e brincadeiras de Franklin Cascaes e outros mais!

 

Oficina-espetáculo do grupo A 3 por 4 com 8 sapatos (formado por Felícia Fleck, Cristina Lopes e Carina Scheibe), que propõe um reencontro com narrativas de tradição oral da Ilha e do mundo, com poemas, músicas, brincadeiras e ainda a construção de brinquedos tradicionais.

Para crianças a partir de 7 anos.

aprox. 1h e 20 minutos

O porquê das coisas
O porquê das coisas

press to zoom
O porquê das coisas
O porquê das coisas

press to zoom
O porquê das coisas
O porquê das coisas

press to zoom
O porquê das coisas
O porquê das coisas

press to zoom
1/3

O PORQUÊ DAS COISAS 

Existem várias maneiras de entender o mundo. As lendas indígenas e os contos populares brasileiros e africanos apresentados neste espetáculo explicam o surgimento das coisas de forma singular e divertida.

Para crianças a partir de 6 anos.

aprox. 40 minutos
 

Contos personalizados
Contos personalizados

press to zoom
Contos personalizados
Contos personalizados

press to zoom
Contos personalizados
Contos personalizados

press to zoom
Contos personalizados
Contos personalizados

press to zoom
1/6

SESSÃO DE CONTOS PERSONALIZADOS

 

Para crianças, jovens e adultos, em festas de aniversário e eventos comemorativos.

OFICINAS PARA CRIANÇAS

01
01

press to zoom
34348_127172420658395_126116584097312_121479_2963373_n
34348_127172420658395_126116584097312_121479_2963373_n

press to zoom
0907BL_oficina_para_criancas_02
0907BL_oficina_para_criancas_02

press to zoom
01
01

press to zoom
1/6

NARRAÇÃO DE HISTÓRIAS E EXPRESSÃO CORPORAL

Esta oficina pretende possibilitar as crianças o contato com histórias e literatura, desenvolvendo a capacidade criativa, a imaginação e a expressão corporal, por meio de brincadeiras e jogos teatrais!


Para crianças a partir de cinco anos.

Jogos e brinquedos com sucata
Jogos e brinquedos com sucata

press to zoom
Jogos e brinquedos com sucata
Jogos e brinquedos com sucata

press to zoom
Jogos e brinquedos com sucata
Jogos e brinquedos com sucata

press to zoom
Jogos e brinquedos com sucata
Jogos e brinquedos com sucata

press to zoom
1/6

JOGOS E BRINQUEDOS COM SUCATA

 

Nesta oficina, as crianças podem transformar sucata em jogos e brinquedos de forma lúdica e divertida! Trabalhar com sucata ajuda a desenvolver a criatividade, imaginação e senso estético, além da importância do próprio brinquedo.


Para crianças a partir de dois anos.

 
 

OFICINAS E PALESTRAS PARA ADULTOS

Contação de histórias
Contação de histórias

press to zoom
Contação de histórias
Contação de histórias

press to zoom
Contação de histórias
Contação de histórias

press to zoom
Contação de histórias
Contação de histórias

press to zoom
1/8

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS, LEITURA E LITERATURA
 

Oficina que pretende sensibilizar e instrumentalizar os educadores para o bom uso da literatura na escola, estabelecendo implicações afetivas entre livro e leitor.

 

Público-alvo: professores, bibliotecários e agentes de leitura.


Carga horária: de 03 à 20h/a, conforme disponibilidade do grupo.

05
05

press to zoom
1110_oficina_embrapa_curitiba_06
1110_oficina_embrapa_curitiba_06

press to zoom
1105_a_escola_vai_a_barca_098
1105_a_escola_vai_a_barca_098

press to zoom
05
05

press to zoom
1/11

ANIMAÇÃO DA LEITURA
 

Oficina que prioriza a dimensão lúdica e prazerosa da leitura, fornecendo embasamento teórico e orientação prática das técnicas e diversas possibilidades de mediação de leitura.


Público-alvo: educadores que trabalhem com crianças, jovens e/ou adultos.

Carga horária: de 03 à 20h/a, conforme disponibilidade do grupo.

Como contar para crianças pequenas
Como contar para crianças pequenas

press to zoom
Como contar para crianças pequenas
Como contar para crianças pequenas

press to zoom
Como contar para crianças pequenas
Como contar para crianças pequenas

press to zoom
Como contar para crianças pequenas
Como contar para crianças pequenas

press to zoom
1/3

BRINCANDO COM HISTÓRIAS:
COMO CONTAR PARA CRIANÇAS PEQUENAS

 

Oficina que tem como objetivo propiciar o contato dos participantes com a literatura infantil contemporânea e com as narrativas da tradição oral,  possibilitando a manifestação do contador de histórias que cada um traz em si.

Público-alvo: professores da educação infantil, bibliotecários, mediadores de leitura, pais e demais interessados.


Carga horária: de 03 à 20h/a, conforme disponibilidade do grupo.

20180622_185637
20180622_185637

press to zoom
20180622_185637
20180622_185637

press to zoom
1/1

OLHAR, ESCUTA E PRESENÇA:
RECURSOS PARA CONTAR HISTÓRIAS

 

Oficina que tem como objetivo exercitar e desenvolver recursos essenciais na prática de contar histórias: o olhar atento, a escuta sensível e a qualidade de presença.
 

Público-alvo: contadores de histórias, educadores e demais interessados.
 
Carga horária: 03 a 20 h/a, conforme disponibilidade do grupo.

 

Como contar para crianças pequenas
Como contar para crianças pequenas

press to zoom
Como contar para crianças pequenas
Como contar para crianças pequenas

press to zoom
1/1

COMO SELECIONAR BONS LIVROS PARA CRIANÇAS?

 

 

Esta palestra / bate-papo é para todos os que desejam quer saber mais sobre literatura infantil e como selecionar bons livros para as crianças em meio a tantas opções.

Embora não exista uma fórmula mágica para fazer boas escolhas, alguns critérios podem ajudar!
 

Público-alvo: famílias e educadores.

Duração: 01 hora e 30 minutos.

 

VÍDEOS

Felícia conta "A pedra arde", de Eduardo Galeano.

Felícia conta "Nino e Nina", no passeio de barco com histórias da Biblioteca Comunitária Barca dos Livros.

 

Entrevista com Felícia sobre contação de histórias no programa Educação e Cidadania, da Record News.

Felícia participa da web conferência sobre contação de histórias na I Semana Acadêmica de Biblioteconomia / Universidade de Caxias do Sul.

 

PROJETOS 

Projeto Histórias do Arco da Velha - FUNARTE
 

Em 2010 Felícia ganhou o Prêmio Funarte de Circulação Literária, com o projeto “Histórias do arco da velha” com o intuito de desenvolver oficinas e espetáculos em municípios do programa “Territórios da Cidadania” no RS e CE.

O projeto “Histórias do Arco da Velha” consistiu em apresentações do espetáculo “Contos, cantos e brincadeiras” e em oficinas de formação para educadores e agentes de leitura nos municípios atendidos pelo programa Territórios da cidadania, do Governo Federal.

 

Projeto Histórias do Arco da Velha
- Fundo Municipal de Cultura de Florianópolis

Em 2012, Felícia desenvolveu o projeto "Histórias do Arco da Velha", financiado pelo Fundo Municipal de Cultura de Florianópolis, que consistiu na formação de mediadores de leitura mirins, na escola e na comunidade de Santo Antônio de Lisboa e da Lagoa da Conceição e entorno, por meio de oficinas de contação de histórias para crianças de 08 a 12 anos.

 

Projeto "Ao pé da figueira: roda de histórias e brincadeiras de Franklin Cascaes e outros mais"

 

Aprovado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura e patrocinado pela Unimed Florianópolis, Felícia Fleck, Cristina Lopes, Carina Scheibe e Patrícia Guerreiro circularam com a Oficina-espetáculo sobre histórias e brincadeiras da Ilha nas escolas da rede municipal de Florianópolis, durante o ano de 2011, totalizando 96 apresentações!

 

PESQUISA ACADÊMICA

 

Currículo Lattes:

http://lattes.cnpq.br/9156522374815871

Publicações:

FLECK, Felícia de Oliveira; CUNHA, Miriam Figueiredo Vieira da; CALDIN, Clarice Fortkamp. Livro ilustrado: texto, imagem e mediação. Perspectivas em Ciência da Informação (Online), v. 21, p. 194-206, 2016.

 

FLECK, Felícia de Oliveira. O contador de histórias: uma nova profissão?. Encontros Bibli, v. 23, p. 1-12, 2007.

 

FLECK, Felícia de Oliveira; Pereira, Magda Chagas .
O bibliotecário escolar de Florianópolis e sua relação com a leitura. Revista ACB (Florianópolis), v. 12, p. 286-302, 2007.

Titulação:

Doutorado em Ciência da Informação.

Universidade Federal de Santa Catarina, 2018

Leia a tese aqui:
A identidade como narrativa: histórias de contadores de histórias em Santa Catarina.
Orientador: Miriam Vieira da Cunha. 

__________________________________
 

Mestrado em Ciência da Informação.

Universidade Federal de Santa Catarina, 2009
Leia a dissertação aqui:

A profissionalização do contador de histórias contemporâneo.

Orientador: Miriam Vieira da Cunha.
__________________________________

Contar histórias é profissão? O que dizem os contadores, Felícia Fleck

Capítulo do livro "Contação de histórias: tradição, poética e interfaces", organzado por Fábio Henrique Nunes e Taiza Mara Rauen Moraes.

Edições Sesc São Paulo, 2015.

BLOG

POSTS RECENTES

CATEGORIAS

CURTA MINHA PÁGINA NO FACEBOOK